HOME/NEWS        PORTFOLIO        PORTRAITS        AYUMI&VÍTOR  

quarta-feira, maio 21, 2008

Mago















Por aqui, continuo saudoso pra caramba... sigo desenhando. Talvez, demore um pouco mais (mais ainda) com minhas atualizações pro blog, mas é por boas causas!
Tentarei, no mínimo, postagens semanais. Vamos ver...
Valeu! Grande abraço a todos!

Estou ouvindo...Fireside (Do Not Tailgate), Andrew W.K. (I Get Wet) e Therapy? (Troublegum), esse tem uma cover de "Isolation" do Joy Division bem legal!

Funny...












Mundo animal...



























terça-feira, maio 13, 2008

Minha Mãe













Se soubesse que seria nossa última conversa...
Que não escutaria mais sua voz...
Que não veria mais seu sorriso...
Se soubesse...

Você fazia o mundo parecer um lugar perfeito.
Te amo, Mãe! Muitas saudades...Beijos.

segunda-feira, maio 05, 2008

Rocky

























Rocky Balboa.
Muito obrigado a todas as visitas e comentários!

Fui indicado pelo Diego Guerra, o DIGS, para que revelasse os 5 álbuns que mais me influenciaram, os que mais fizeram a minha cabeça. Tarefa não muito complicada, pelo menos para os três primeiros que sou muito fã! A dificuldade e inevitáveis injustiças ficaram para a escolha dos outros dois, em meio a tantos que curto muito.






O meu grande favorito é o penúltimo álbum lançado pelos The Smiths, "The Queen Is Dead". Melancolia poética que mais ouvi na vida. Pra mim, o melhor álbum de todos os tempos. Tem Morrissey e Marr nos seus auges criativos. Ainda o ouço com a mesma emoção e prazer de anos atrás.
Confesso que não fosse meu fanatismo pelo Morrissey, o álbum homônimo dos Stone Roses seria o primeiro colocado. Lançado em 89, consagrou a banda como uma das melhores e mais influentes. Se houvesse vaga para apenas uma nessa categoria, seria ela com certeza. Perfeito!
Minha terceira escolha fica com o "Are You Normal?", da banda inglesa de Stourbridge, Ned's Atomic Dustbin. Ah, as músicas que eram a trilha sonora perfeita para minhas sessions de skate. Eles tem uma formação bastante incomum. Além do vocal eficiente, uma guitarra alucinada e uma bateria vigorosa, as linhas das músicas são feitas por dois contra-baixos. Até hoje, é minha banda favorita.
Os outros dois são o sofisticado "Stories From The City, Stories From The Sea" da PJ Harvey e o maravilhoso "Gentleman" do Afghan Whigs.
Agora, preciso indicar duas pessoas...Minhas "irmãzinhas" Nádia Tamanaha e Vivian Oliveira!